Flickr Images

07 outubro 2015

Filme - Perdido em Marte


O astronauta Mark Watney (Matt Damon) é uma das primeiras pessoas a caminhar em Marte. Entretanto, devido a complicações causadas por uma tempestade de poeira, Mark é deixado para trás por sua tripulação e pode se tornar a primeira pessoa a morrer no planeta. Com apenas poucos suprimentos, Mark conta com sua criatividade e inteligência, e embora as possibilidades e probabilidades estejam todas contra ele, Mark luta para sobreviver.

Perdido em Marte é a adaptação do livro de Andy Weir (que eu ainda não li), dirigido por Ridley Scott. Tem no elenco Matt Damon, Jessica Chastain, Kate Mara, Sean Bean, Jeff Daniels e Chiwetel Ejiofor nos papéis principais.

A história é a seguinte, um grupo de astronautas está em Marte fazendo pesquisas quando uma tempestade de areia se forma de repente obrigando-os a abortar a missão e retornar à Terra. No entanto, um desses astronautas, Mark Watney, é atingido por um dos equipamentos e todos acreditam que ele esteja morto. Sem condições de procurá-lo em meio a tempestade os outros pesquisadores partem do Planeta Vermelho.

Só que o Mark não morre. Ainda. Ele sabe que isso vai acontecer logo já que as chances dele conseguir permanecer vivo até contatar a Nasa e esta enviar uma equipe de resgate são muito pequenas. Mas ele não desiste de se manter vivo e com uma boa dose de bom humor, muita criatividade e digamos, muita gambiarra, ele tenta se virar com o que tem.



E a pior parte de tudo isso é ter que aguentar as músicas bregas que a comandante da missão deixou no Hab, que eu carinhosamente chamo de A Casinha.

E é lá que ele desenvolve um dos projetos mais geniais que já vi. Plantar batatas em Marte. Usando fezes e urina como adubo e seu conhecimento como botânico.

Este pode parecer mais um filme de ficção cientifica, daqueles bem dramáticos que chegam a cortar o coração. Poderia. Mas não é. Algo que destoa da maioria dos filmes do gênero é o uso de humor e sarcasmo na maioria das cenas. Até mesmo quando algo dá errado nosso protagonista consegue transformar o desespero em uma solução bem cientifica e humorada. Aliás, quase todos no filme tem suas cenas divertidas. Acho que a exceção foi Jeff Daniels que interpretou o diretor da Nasa, o que é uma ironia, já que ele é conhecido por seus personagens cômicos, e eu não consigo ver ele em um personagem sério (foi muito estranho).

A trilha sonora, que muitas vezes é motivo de piada no filme, também conhecida como a discotequinha da Comandante vai desde David Bowie a ABBA e Gloria Gaynor. Sabe aquelas músicas bregas que todo mundo gosta mas tem vergonha de dizer? São essas aí.

Ficção X Realidade


Existem muitas matérias na internet que explicam o que é ficção ou o que poderia ser real, digo poderia porque obviamente ninguém ainda pisou em Marte e não há como comprovar. Os cálculos de trajetória e o tempo de viagem da Terra até Marte são bastante precisos no filme. Ah, e lá os dias são contados como Sol.
A tempestade de poeira é ficção, já que a pressão atmosférica do planeta é baixa e não poderia causar uma tempestade tão grande. Mas a plantação de batatas poderia dar certo e já existem plantinhas sendo cultivadas no espaço. O Pathfinder também existe e realmente talvez pudesse voltar a funcionar caso trocassem a bateria.

Assisti esse filme sem ter visto o trailer e nem lido o livro (que já tô louca pra ler) e me surpreendi muito com ele, principalmente por ter fugido do drama. Pra finalizar só digo uma coisa: "Mark Watney, você é o melhor botânico de Marte!"
O trailer está aí embaixo e, pra mim, ele passa um tom bem diferente do filme.

E aí alguém já assistiu? O que vocês acharam? Conte pra mim aí nos comentários. Bjus, até a próxima!




     

8 comentários:

  1. Estou louca para assistir esse filme, e esse ator é otimo, adoro os filmes dele
    Beijinhos


    http://acidadeliteraria.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Camila, obrigada pela visita!
      Tbm adoro os filmes do Matt Damon :)

      Excluir
  2. Meu Deus! Esse filme me comprou pelo título (e pelo ator!).
    Não tinha lido nada sobre ele, nem visto o trailer (que continuo sem ver, quero ser surpreendida, haha), mas agora que li sua opinião estou ainda mais ansiosa para assistir!

    Beijos,
    www.naestradadafantasia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marina! Espero que goste do filme tanto quanto eu. bjus

      Excluir
  3. Eu vi o filme semana passada e me surpreendeu. Não gostei do final, mas achei o filme divertidissimo em alguns momentos e desesperador em outros. Gostei.

    Beijos,
    http://postandotrechos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Eu já era doida pelo livro, agora com o filme eu tô mais ansiosa ainda pra ler (e ver tbm, né?)
    PS: Já não gosto de ver trailer, agora que você disse que não passa a ideia real do filme eu não vou ver mesmo kkkk
    Beijos

    curaleitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Ah, curti a página no fb e tô seguindo seu blog. Super fofo <3

    ResponderExcluir
  6. Quando vi o lançamento desse livro eu não dava NADA por ele... Mas resenha após resenha fui virando a mesa e ficando ansiosa por ler até que agora eu me vejo diante de um filme super bem comentado! Gente é muita resenha positiva, preciso ler o livro e vê esse filme.

    Pandora
    O que tem na nossa estante

    ResponderExcluir

Gostou do post? Seu comentário é sempre bem-vindo!
Se quiser receber novidades sobre o blog, siga-nos!
E não se esqueça de deixar o seu link para que eu possa visitá-los...
Volte sempre!