Flickr Images

21 agosto 2015

A síndrome E - Franck Thilliez

Um estranho caso vem atrapalhar as férias de verão de Lucie Hennebelle, tenente de polícia em Lille. Seu ex-namorado ficou cego depois de assistir a um filme mudo, anônimo, com um roteiro enigmático, concebido por uma mente doentia. Simultaneamente, o comissário Franck Sharko, veterano da Divisão de Homicídios e analista comportamental na Divisão de Repressão à Violência, passa por um tratamento na tentativa de curar a esquizofrenia. No norte da França, cinco cadáveres não identificados foram encontrados sepultados a dois metros de profundidade mutilados de maneira atroz e em estado de decomposição avançada e Sharko cede ao chamado da aventura. Enquanto Lucie descobre os horrores escondidos no estranho filme, um misterioso informante do Canadá aponta-lhe o elo entre aquele rolo e os cinco cadáveres. Um único e mesmo caso, graças ao qual Lucie e Sharko, tão diferentes e ao mesmo tempo tão próximos em sua concepção do ofício, irão se encontrar. Das favelas do Cairo aos orfanatos do Canadá nos anos 1950, os dois colegas irão se deparar com um mal desconhecido, batizado como “síndrome E”. Uma realidade assustadora que revela como o ser humano pode ser capaz das maiores atrocidades.
A síndrome E é um livro surpreendente, tenso e agoniante. Uma vez que se começa a lê-lo não dá mais pra parar até que todas as perguntas sejam respondidas. Um livro que trata sobre a complexidade do cérebro humano. Sobre mensagens subliminares que não podem ser vistas por olhos humanos mas que são compreendidas pelo cérebro.



Franck Sharko é um comissário, analista comportamental da polícia francesa. Sofre de esquizofrenia após um trauma familiar, tendo alucinações com uma menininha chamada Eugènie. Quando ele é designado a um trabalho de campo para descobrir a causa da morte de cinco cadáveres seu caminho se cruza ao de Lucie Hennebelle, tenente de polícia de Lille, que está investigando um misterioso filme, que deixou seu ex-namorado cego. Qual será a ligação entre aqueles cinco cadáveres e um filme bizarro?
Mas a pergunta que mais a agoniava era: que elo invisível poderia haver entre o filme anônimo e os cadáveres desenterrados na Alta Normandia? 
O livro é dividido entre os pontos de vistas dos dois policiais. Sharko é um homem na casa dos cinquenta que aparenta ter visto as piores coisas do mundo. A culpa o acompanha a todo momento na forma de uma garotinha que só ele vê. Lucie é mãe solteira de gêmeas e seu trabalho faz com que ela fique muito tempo longe delas não apenas fisicamente mas emocionalmente também. Só que Lucie adora seu trabalho, adora correr riscos e prender os criminosos só não percebe que isso pode acabar destruindo-a.

O autor não nos poupa de detalhes cruéis e horrendos em sua trama muito bem desenvolvida. Cada informação nos deixa de queixo caído e eleva nossa curiosidade às alturas. São tantas informações fascinantes que é impossível largar o livro, ele trata de espionagem da CIA, sobre histeria coletiva, contaminação mental, ele faz uma viagem entre passado e presente, um apanhado entre as mais diversas áreas do conhecimento e nos traz essa obra chocante.

A película que une os dois crimes é dissecada e pormenorizada revelando cenas chocantes, monstruosas e agoniantes. É até impossível acreditar que um rolo de filme pode conter tanta coisa, crianças e coelhinhos; sangue e destruição.

O livro é fascinante e amedrontador. Pode nosso cérebro ser modificado através de uma imagem? Pode a violência ser algo concreto dentro do nosso organismo e não somente em nossa consciência?
Estas e outras questões fazem desse livro extremamente perturbador.

Pra quem ama um bom suspense não pode deixar de ler esse livro.

5 comentários:

  1. Nossa, como eu não conhecia este livro ainda!?
    Adorei sua resenha, fiquei muito curiosa sobre ele!
    Só me fala uma coisa, no final o mistério se resolve? Porque tenho problemas com livros de suspense que o final é aberto kkkk
    Adorei seu blog, é minha primeira visita aqui e já estou te seguindo!
    Beijinhos,
    Alice
    www.wonderbooksdaalice.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Alice, Obrigada pela visita!!!
      O mistério principal se resolve sim mas acontece algo no final que vai fazer vc querer ler Gataca, o próximo livro, rapidinho... Vale muito a pena ler esses livros...

      Excluir
  2. Uauuu! Esse livro parece ser demais! Fique super curiosa, vou colocar na minha listinha :D
    Adorei a resenha, obrigada pela dica!!

    http://conchegodasletras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oii! Adorei a resenha. Curto muito um bom suspense e adicionei esse à minha lista!!

    Bjs
    mundoemcartas.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Olá,
    Sempre leio ótimos comentários sobre esse livro, tenho verdadeira vontade de conhecer mais da história, que parece ser super bacana. Gostei muito da resenha.
    Beijos.
    Memórias de Leitura - memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir

Gostou do post? Seu comentário é sempre bem-vindo!
Se quiser receber novidades sobre o blog, siga-nos!
E não se esqueça de deixar o seu link para que eu possa visitá-los...
Volte sempre!